Uma mistura de sonhadora e realista, subjetiva e objetiva, totalmente de humanas e com um profundo interesse pelas exatas. Essa sou eu: a Aline Lima. Queria ter sido astronauta, mas a falta de habilidade com a física direcionou-me para um outro caminho construído pelas letras. Sou uma jornalista que adora embarcar nos mundos fictícios da literatura e do cinema e é capaz de criar um universo paralelo nos embalos das notas musicais. Basta ter a música certa.

Tenho um espírito aventureiro que faz meus olhos brilhar diante de novos desafios e da possibilidade de desbravar esse mundo tão incrível. Foi por isso que, após me formar, fiz intercâmbio de um ano na Alemanha como Au Pair (2014 a 2015) em que cuidei de três crianças entre 6 e 10 anos. Foi um período de muito aprendizado e que me permitiu mergulhar na cultura alemã, aperfeiçoar meus conhecimentos no idioma e conhecer pessoas das mais variadas origens.

Aliás, responder de onde sou costuma gerar um grande impasse na minha mente. Embora seja oficialmente carioca, uma grande porcentagem do meu coração também é cearense e alemã. Depois de todos esses lugares fazerem parte da minha vida, parece injusto dizer que me identifico com apenas um deles. E para “complicar” um pouquinho mais minha situação, agora estou morando em Santa Catarina, de modo que, aos poucos, os costumes aqui do sul também começam a fazer parte de mim.

Como uma típica jornalista, adoro escutar e contar histórias. Desta forma, criei o Pergaminho Amarelo para compartilhar experiências e oferecer material que inspire as pessoas, criando valor e fazendo a diferença para suas vidas. O objetivo é falar sobre cultura com um olhar diferente e, assim, aprender com o que o mundo tem de melhor a nos oferecer. Por isso, aqui serão abordados temas como viagens, intercâmbio, estilo de vida e arte.

Seja bem-vindo ao nosso blog e sinta-se à vontade para participar das discussões propostas! Afinal, o Pergaminho Amarelo é nossa sociedade em pauta.